quinta-feira, 10 de setembro de 2015

FELIZ A NAÇÃO!

Salmo 33
            Apesar de todos os problemas políticos, sociais, econômicos e outros, não podemos negar que nossa nação tem sido abençoada pela graça comum de Deus.
Amanhã, comemoraremos a independência do Brasil, devemos ser gratos ao Senhor e clamar por suas bênçãos para o futuro do nosso país. Nesta data, recordamo-nos de homens e mulheres que ao longo da história têm lutado por uma nação verdadeiramente independente.
Nas Escrituras Sagradas, aprendemos que Deus é maior do que todas as nações, que foram criadas por Ele, e Deus usa o Brasil como parte de seus planos e, um dia, muitas pessoas de todas as nações farão parte do Seu Reino. A Palavra de Deus nos ensina, especificamente, o que uma nação deve fazer para receber as bênçãos continuas do Senhor.
Feliz a nação "cujo Deus é o Senhor". vs.12. Quando lemos esta passagem, podemos ver claramente o que significa ser uma nação cujo Deus é o Senhor.  Vs. 1-3 - Um povo que reconhece, adora o Senhor e lhe obedece. Vs. 4, 6 - Um povo que procura conhecer e cumprir aquilo que a Palavra de Deus determina fazer; Vs. 8 – Sua população teme ao Senhor e O reverencia; Vs. 10-11 - Um povo que busca os planos de Deus e não os seus próprios planos; Vs. 13-15 -  Seus habitantes têm a consciência de que são responsáveis pelos seus atos ​​perante o Senhor, e sabem que Ele os observa e considera tudo o que fazem. Para ser uma nação cujo Deus é o Senhor, devemos rejeitar todos os falsos deuses no país: o deus da riqueza material, o deus do prazer mundano e tudo mais que ocupe o lugar do Senhor. Não podemos negar que o Brasil ainda não tem o Senhor como o seu Deus, por isso Sua igreja tem a missão de anunciar a todos os brasileiros que não há outro Deus além do Senhor, mostrando-lhes a salvação que Ele oferece através do Seu bendito Filho.
Feliz a nação que busca justiça, v.5 – Em Provérbios 14:34, o sábio afirma: “A justiça exalta as nações; mas o pecado é o opróbrio dos povos.” O profeta Isaías inspirado pelo Senhor escreve: “Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão; sim, essas nações serão de todo assoladas.” 60:12. A justiça é fazer o que é correto, direito. Infelizmente o que predomina neste país é a injustiça, por isso estamos mergulhados na corrupção. Estamos vivendo um período em que ser honesto e correto é vergonhoso. Precisamos orar pelos nossos governantes, a fim de que eles conheçam a Deus e venham servi-Lo fielmente, pois somente assim ocorrerá no país a prática da justiça. Os princípios bíblicos da justiça são: Não somos justos por natureza, por isso não nos tornamos justos apenas por fazer o que é bom, a nossa justificação é somente através de Jesus Cristo. 2 Co 5:2. Assim, nosso país necessita de Cristo para se tornar uma nação justa.
            Bem-aventurada é a nação que Confia em Deus. V.21; "Pois nele se alegra o nosso coração, porquanto temos confiado no seu santo nome. " No salmo 20:7, o salmista ainda afirma: “Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.” A nação que confia no Senhor não deposita sua confiança nas Forças Armadas, na tecnologia, história, inteligência, riquezas. Essa confiança tem que ser mais do que um slogan em sua moeda, mas uma total e irrestrita dependência do Todo-poderoso.
            Estamos vivendo uma fase  extremamente crítica em nossa nação, a população já não acredita mais nas instituições, pois o desrespeito e a corrupção drenam a moralidade e a justiça. É momento de o povo brasileiro se aproximar do Senhor, clamar pela nação, pois somente Ele nos poderá conceder a verdadeira independência, tal atitude deve partir inicialmente do povo de Deus: “e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” (II Cr 7:14).

            Que o Senhor tenha misericórdia do nosso Brasil e lhe dê dias plenos de justiça e prosperidade. 

0 comentários: