domingo, 26 de abril de 2015

O SEGREDO PARA VIVER SATISFEITO

O SEGREDO PARA VIVER SATISFEITO
Filipenses 4:10-13
Paulo usa a palavra "contente", no versículo onze, que significa:  "estar satisfeito com o que se tem, independentemente de quão pequeno possa ser".  Você é uma pessoa contente? Se você é, então possui um grande tesouro. “... e, de fato, é grande fonte de lucro a piedade com o contentamento. (1 Tm. 6:6). Alguém já disse que o contentamento "suaviza nossas privações, adoça nossas provisões, e faz da nossa casa um castelo."
      Vivemos num mundo de pessoas descontentes! Ao invés de uma vida de contentamento e gratidão, o que vemos são protestos e murmurações. Queixam da sua casa, quando milhares não têm. Reclamam do trabalho enquanto muitos não têm emprego.  Reclamam do seu carro, quando muitos nunca tiveram um.  Por quê? Porque não aprendemos o segredo do contentamento! Benjamin Franklin disse: "O contentamento torna os pobres ricos, e descontentamento torna os ricos pobres. "
            Há um segredo para a satisfação, e Paulo o conhecia.   Veja as suas palavras: "eu aprendi ", v. 11, significa: "adquirir conhecimento".  "Sei", v. 12, significa "entender, para fazer uma descoberta". "Experimentado", v. 12, significa “ser iniciado". Paulo usa a linguagem dos gregos, "religiões de mistério". Eles alegavam que somente os iniciados tinham conhecimento especial de segredos profundos e divinos. Paulo toma emprestadas palavras deles para nos dizer que ele tem sido iniciado no segredo para viver satisfeito. 
            Para Paulo a essência da satisfação é viver contente com aquilo que você tem. Ter a consciência de que Deus conhece suas necessidades e Ele vai atendê-las. Mt 6:32. “Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso. ” O Senhor pode fazer isso diretamente como fez a Elias (I Rs 17), como alimentou a Israel no deserto com o maná vindo do céu, ou como sustentou a viúva de Sarepta (I Rs 17). Mas Ele pode satisfazer nossas necessidades por meio de outras pessoas como supriu Paulo por meio da oferta dos filipenses. Porém, independentemente do que Ele provê, devemos alegrar-nos em Deus. O que é necessário para satisfazê-lo? Fama, carros, entretenimentos, roupas, festas, e outras coisas. Você fica chateado e murmurando quando não consegue algo que deseja? Em vez de reclamar daquilo que lhe falta, porque não louvar por aquilo que você tem?
            Paulo aprendeu a ter quietude em qualquer situação. Ele estava na prisão, mas não se desesperou ou ficou enfurecido. Em situações difíceis, ele tinha a essência do contentamento. Isso não é autossuficiência, ou seja, “ser suficiente em si mesmo”. Não é aquilo que os palestrantes motivacionais ensinam, pensamento positivo. A palavra grega autarkes, usada por Paulo, no versículo onze, é uma das mais importantes da ética pagã. Esta autarkeia (autossuficiência) era a maior aspiração da ética estoica. Para eles significava uma situação espiritual em que o homem era absoluta e inteiramente independente de tudo e de todos; um estado em que o homem aprendia por si mesmo a não necessitar de nada nem de ninguém. A proposta dos estoicos era alcançar essa autossuficiência eliminando todo desejo e toda emoção. Paulo, todavia, não era estoico, e sim cristão. Para o estoico, o contentamento era uma conquista humana para Paulo, um dom divino. Sua suficiência estava em Deus. Paulo utilizou essa palavra para expressar a sua independência das circunstâncias externas, ele estava sempre consciente de sua total dependência de Deus. Por isso, ele não era movido pelas circunstâncias da vida.
            Paulo conhecia a fonte da sua força. “Tudo posso naquele que me fortalece. ” V.13. Não há espaço para o pessimismo e derrotismo, nem para a presunção, o seu poder vem de Cristo. Ele dá força para enfrentar as adversidades da vida, poder para desfrutar do contentamento, independentemente das circunstâncias. O Senhor está conosco em todo o tempo.

            Aprenda a viver contente, siga as orientações do apóstolo Paulo, certamente você desfrutará de muita alegria e paz, em qualquer situação da vida.  Deus o abençoe.   
                                         Rev. Liberato Pereira dos Santos          

0 comentários: